• Redação TBT

MP investiga construção da Cidade Administrativa

O Ministério Público de Minas Gerais cumpriu hoje (23) doze mandados de busca e apreensão na casa e empresas de pessoas envolvidas com a construção da Cidade Administrativa.

Cidade Administrativa em belo horizonte

A obra que inicialmente foi orçada em R$ 949 milhões, foi concluída com o custo de R$ 1,8 bilhão.

Os envolvidos são investigados e acusados de corrupção, lavagem de dinheiro, cartel, peculato e fraude na licitação durante a construção da sede do governo de Minas Gerais.